O dia em que vi o pior e o melhor show da minha vida

08set08

Pois é, porque como dizem por aí, no pain no gain.

Ontem fui ao Orloff 5 motivada pelo show do The Hives, banda qual me arrastou pro mundo do rock lá pelos idos de 2002 (na época eu curtia boy bands, como toda adolescente da minha idade).
Soooooo anyway, minhas impressões do festival:

Dj Tittisworth
: Na boa?Melhor dj de não sei onde melcu.Não ouvi nada que eu já não tenha ouvido nas baladas que eu vou.Teria sido melhor ter colocado um iPod com músicas supimpas com o shuffle ligado.

Vanguart: Banda simpática, mas meio moo point. Não consegui odiar e não consegui gostar. Acho que tinham mais bandas legais brasileiras pra tocar lá: Móveis Colonias de Acaju, Faichecleres, Bazar Pamplona, só pra citar alguns exemplos.

Melvins:Um tio com cabelo de samambaia, um outro tio com mágoa de cabocla por nunca ter sido do Village People, dois bateristas fodas, um roadie Cidão de sunga e um show infinito com barulhos infernais. Pra mim Melvins é isso. Grandes merdas que o Kurt Cobain gostava, grandes merdas que são 28789 anos de mito. Eu não estou nem aí, foi o PIOR SHOW DA MINHA VIDA! E olha que eu já fui em show do Teatro Mágico!

Fiquei um pouco frustrada por ninguém ter conseguido acertar um copo na cabeça do Samambaia. E conselho para os bateiristas:caiam fora dessa roubada e montem uma banda de verdade.

Plasticines:Acho que na hora do show da Plasticines os caras do Melvins pediram pra ir cagar e foram embora. Deve ter dado vergonha que 4 francesas miudinhas conseguiram animar muito mais a platéia que os tiozinhos rock ‘n roll.

Devo dizer que eles me surpreederam bastante, tinha ouvido o cd e achei que o show fosse ser mais morno. Dancei, arrisquei cantar junto e ainda desejei ser igual a elas quando eu crescer. E não foi só eu não, o Pelle tava ali no backstage assistindo o show totalmente estático e com cara de chocado.

The Hives:O motivo para o qual eu fui nesse festival: os 5 suecos vestidos de preto e branco.Senti falta do belo letreiro vermelho que acompanha os garotos mundo afora, mas isso não diminuiu em nada a energia do show.

Eu não vou conseguir descrever o show de forma que eu fique satisfeita comigo mesma, então vou colocar em itens:

-A música de introdução

-O logo da banda no telão

-O Chris sendo dangerous e tacando baquetas a cada 3 músicas

-O Matt Destruction e o Vigilante Carlstroem sendo fodões como sempre

-O Nicholaus com as suas características caras de “fugi do manicômio pra vir tocar pra vocês”

-O Howlin’ Pelle com suas incríveis manobras com o microfone e a preocupação em aprender palavras em português, tais como “Grita aí”, “Pára”, “Tira o pé do chon”, “Batam palmas”, “Obrigado”, “Novo” e “Te amo” (as duas últimas aprendidas durante o show e com colaboração minha)

-Ter colocado uma música do cd negligenciado pela banda só porque era a 1ª turnê deles pelo Brasil

Tudo isso contribuiu para ser o melhor show da minha vida e anulou as 456 horas que durou o show do Melvins.

Anúncios


3 Responses to “O dia em que vi o pior e o melhor show da minha vida”

  1. 1 Mirele

    Melvins tbm foi o piro show da minha vida, e olha que eu já v i show do Chitãozinho & Xororó e É o Tchan. Plasticines só valeu pelas imagens de filmes do Truffaut no talão e o Pelle no backstage.

    Hives foi… Não sei, ainda estou em choque.
    Ah, eles dão estátuas bem bonitas 😉
    E todos os meus hematomas valeram a pena!

  2. 2 Carol Jojo

    Tenho de discordar em relação ao DJ. O cara é bom sim, apesar de ter cortado algumas músicas… Mas remixou maravilhosamente bem a maioria das músicas que ele tocou. E ele não tocou nada de eletrônico só… Todas foram remix mesmo…

    Melvins… Meu Deus. Nunca vi fãs tão mal-cheirosos, sujos, cabeludos e mal educados em toda a minha vida. Eles praticamente pularam em cima do povo que tava ali na grade no canto direito do palco. Malditos!!! Não gostei da banda tb, apesar dos dois bateristas tocarem horrores!!! E adoray o roadie deles de sunga e cap.hahahaha
    Nem vou falar de Hives se não vou acabar escrevendo uma biblia aqui. Só digo que foi o melhor show de toda a minha vida e que o Pelle é master gostoso (teoria comprovada pela minha mão – e pela de todos que estavam perto da grade quando o ser resolveu subir praticamente em cima de mim).


  1. 1 Jornalismo profiçional « Disc Jóquei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: